Inglês ou pós-graduação?


Investir em qualificação e aperfeiçoamento contínuo não é mais um diferencial, mas sim uma necessidade diante do atual cenário do mercado de trabalho. Depois de concluir o ensino superior, muitos profissionais possuem uma dúvida: devo cursar primeiro inglês ou pós-graduação?

Para crescer profissionalmente, nem sempre é possível fazer todos os cursos que queremos, seja por motivo pessoal, financeiro ou devido à falta de tempo. Assim, muitas vezes, é preciso fazer escolhas, optando pela alternativa mais positiva e adequada a sua realidade e objetivos profissionais.

O que devo estudar primeiro: inglês ou pós-graduação?

O que as empresas e o mercado de trabalho esperam?.

Além de acompanhar as mudanças, informe-se sobre as empresas que pretende se candidatar. Se o seu objetivo é trabalhar em uma multinacional, por exemplo, o inglês certamente será necessário.

Muitas pessoas adiam o aprendizado de inglês por considerarem que para desempenhar suas funções não é necessário possuir fluência. No entanto, devemos lembrar que o inglês é o idioma dos negócios.

Além disso, é através dele que temos acesso às informações em nível mundial.

A pós-graduação é ideal para quem precisa capacitar-se em uma nova área, ampliar os conhecimentos no setor em que atua ou conquistar uma posição de gestor. Entretanto, alguns desses aprendizados podem ser adquiridos através de vivências profissionais, enquanto o inglês é considerado pré-requisito para a maioria das oportunidades de emprego.

Inglês para fazer pós-graduação

A competitividade de um profissional no mercado pode ser afetada diretamente, devido ao fraco desempenho no inglês, pois quem é fluente no idioma sempre sai na frente dos demais candidatos.

Assim também ocorre na pós-graduação. Muitos cursos acadêmicos exigem o conhecimento do idioma para que o aluno esteja apto a participar das aulas, principalmente em formações de mestrado e doutorado.

É óbvio que cada instituição de ensino possui seus próprios requisitos de seleção, mas é muito comum, entre as universidades, que elas exijam dos alunos certificados de proficiência na língua, ou ainda, que testem os conhecimentos dos candidatos por meio de avaliações.

Ter um conhecimento profundo do inglês permite, inclusive, que o profissional consiga um melhor aproveitamento da pós-graduação, ou seja, se tiver que escolher apenas uma qualificação no momento, mesmo sabendo que as duas são importantes para a sua carreira profissional, investir no aprendizado da língua estrangeira é a melhor opção.

As empresas que oferecem melhores posições, normalmente, exigem fluência em inglês. Por isso, caso sua ambição seja conquistar uma vaga nestas organizações, não perca mais tempo e aprimore o seu conhecimento nesse idioma.

Esse artigo foi útil para você? Compartilhe nosso conteúdo em suas redes sociais e permita que outras pessoas descubram o que deve ser feito primeiro: inglês ou pós- graduação.

Beni For All - Inglês  onde você estiver

Nos siga nas redes sociais:

 

(11) 99789-5818

  • Grey LinkedIn Icon
  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Cinza ícone do YouTube

© BeniForAll - idiomas onde você estiver