Curiosidades sobre o Valentine's Day!

1. São Valentim não era uma única pessoa


Não, não. O padre casamenteiro não tinha um irmão gêmeo nem nada do tipo.


Você já deve ter entendido que o nome Valentine tem relação com o nome do padre Valentim, certo? Só que não se tem certeza de a qual Valentim a data se refere. De acordo com o History, existiram pelo menos dois homens chamados Valentim que poderiam ter servido de inspiração para a data.


Um deles foi o padre que desafiou Claudio II, como explicamos. Mas existe uma segunda lenda: a do Valentim que ajudou cristãos a fugirem da prisão em Roma. Nesse cenário, é Valentim quem envia mensagens, ainda na prisão, e não quem recebe.


2. Foi em 1300 que virou um feriado associado ao amor


Temos a sensação de que é um dia para celebrar o amor, porque já faz muitíssimo tempo que é assim. Afinal, já se passaram 7 séculos desde então.


Dia 14 de fevereiro passou a ser o "Dia de São Valentim" graças ao papa romano Gelasius, que declarou oficialmente a data no final do século V. O caráter romântico surgiu apenas na Idade Média, quando a França e a Inglaterra acreditavam que as aves começavam sua época de acasalamento nesse dia.


3. O primeiro "valentine" foi enviado no século XV


O registro mais antigo de um "valentine" enviado é de 1415. Foi um duque medieval francês chamado Charles que enviou um poema de sua autoria à sua esposa. Infelizmente, na época, Charles estava preso na Torre de Londres, com apenas 21 anos de idade.


4. Os "valentine" só foram produzidos em massa no século XIX


Os valentines se tornaram populares durante o século XVII. Era comum a troca de cartões e cartas entre amigos e amantes. Mas foi só em 1840 que os primeiros valentines foram produzidos em massa nos Estados Unidos. A sua comercialização foi realizada por Esther A. Howland, lembrada até hoje por seus cartões feitos com rendas e fitas.


5. A tradição de dar flores data do século XVII


Apesar de ter sido comum a prática durante o reinado de Carlos II da Suécia, o ato de dar flores só se tornou um costume popular durante a era Vitoriana. Na época, rosas vermelhas simbolizavam o amor profundo e não estavam presentes apenas no Valentine's Day.


6. Os pets também precisam de amor


Se o dia também é sobre amizade, nada como presentear o seu melhor amigo: seu cachorro, seu gato, seu papagaio… Enfim, seu pet - aquele que está sempre com você.


E os americanos adoram fazer isso: em 2020, cerca de 27,6 milhões lares americanos deram presentes para os seus cães e mais de 17,1 milhões para os seus gatos. Ao todo, os americanos gastaram cerca de $751,3 milhões em presentes para seus animais de estimação durante a data.


Extra: no Japão, o Valentine's Day é exclusivo para as mulheres presentearem seus amados ou amigos, principalmente com chocolates confeccionados em casa. Apenas em 14 de março, um mês depois, durante o que se convencionou como White Day, é que os homens irão retribuir o favor.



Talvez você já soubesse alguns desses fatos, talvez não. Mas é sempre bom relembrar o motivo do Valentine's Day existir, né? Apesar de aqui no Brasil o Dia dos Namorados ser puramente comercial, o Dia de São Valentim nos passa uma mensagem de afeto, seja com amigos ou com amores.


Não deixe de falar para aquela pessoa (ou animal de estimação) especial o quanto você gosta dela, o quanto se importa e está feliz de tê-la sempre ao seu lado. Aproveite a ocasião para também praticar o inglês - quem não gostaria de receber uma declaração em língua estrangeira?


Posts recentes

Ver tudo